}catch (ex){}

O que é conteúdo: 17 exemplos para alavancar o site do seu negócio

O que é conteúdo: 17 exemplos para alavancar o site do seu negócio

O que é conteúdo
CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

O que é conteúdo? Na verdade há vários tipos de conteúdos e várias formas de manifestação dos mesmos. De qualquer forma, conteúdo é uma forma de expressão. Todas as nossas emoções podem ser expressas através de conteúdos.

Assim sendo, quando estamos tratando de uma empresa ou negócio digital, o conteúdo deve ser algo específico e direcionado ao mesmo. Assim sendo, é importante que os conteúdos sejam determinados a partir de estudos preliminares e não de achismos.

Nesse artigo apresentaremos o que é conteúdo e os melhores exemplos para fazer com que seu site de negócios se destaque!

1- Primeira dica de conteúdo – Compartilhe as novidades da sua empresa

Lançamento de um novo produto ou serviço, organização ou participação em um evento (feira, festa de aniversário, etc.), recrutamento de novos talentos e novas habilidades. Todas as notícias importantes merecem um artigo em seu blog.

Por quê? Porque contribuem para a fidelização de seus clientes, que podem acompanhar sua evolução e manter um vínculo com sua empresa. Ao ficar em contato com eles, você aumenta suas chances de fazer novos pedidos com sua empresa.

Desta forma, você consegue captar clientes fidelizados, que geralmente recomendam a sua empresa para familiares e amigos, trazendo assim, uma boa rentabilidade a longo prazo.

Na verdade, nesse caso, você não precisa nem saber o que é conteúdo em si, mas apenas como o mesmo é dirigido aos suas clientes.

2- O que é conteúdo – Apresente a sua empresa

Como acabamos de ver, o seu blog ajuda a fidelizar os clientes. Aumentar a relação de proximidade com eles, fazendo-os descobrir as vantagens dos seus produtos.

Você pode investir em uma aproximação maior com estes clientes. Isso pode incluir a apresentação de seus funcionários, uma visita guiada às suas instalações, ou ainda, uma comunicação constante pelos canais digitais.

Para isso, seu blog é a maneira preferida de tornar seu negócio mais humano aos olhos de seus clientes. Descobrindo o fundo do seu negócio, eles construirão laços mais fortes com sua empresa.

Eles se sentirão mais próximos, descobrindo que seu negócio é composto de pessoas como eles, prontos para ouvi-los e aconselhá-los.

3- Apresentar seus clientes

Não hesite, de vez em quando, de promover a sua empresa, apresentando algumas das mais belas realizações (clientes de prestígio, trabalhos inusitados, etc).

Você deve valorizar suas habilidades, para ser o mais credível possível para seus clientes potenciais.

Um dos conceitos sobre o que é conteúdo determina que os clientes devem fazer parte da produção de conteúdo de sua empresa. Então, não hesite em fazer tal tarefa no momento oportuno.

Descubra tudo sobre marketing clicando aqui!

4- Compartilhe testemunhos de clientes sobre seus produtos

Os depoimentos de clientes desempenham um papel cada vez mais importante no processo de compra. Seu blog é um fórum perfeito para apresentá-los.

Se você não tiver depoimentos de seus clientes, poderá oferecer seus produtos em teste para jornalistas ou blogueiros que, em troca, compartilharão sua experiência de uso em seu blog.

O que é conteúdo nesse caso? Simples: O conteúdo é algo centrado, simplesmente 100%, nos clientes. E funciona? Se você fizer da maneira correta, sim!

5- Publicar artigos sobre as novidades do seu setor

Compartilhe os eventos referentes ao seu setor de atividade. Pode ser noticias ou acontecimentos relacionados a evolução legislativa, figuras-chave, novas tecnologias, entre outros.

Esses artigos ajudarão a estabelecer a reputação de sua empresa e a posicioná-lo como especialista em seus produtos.

Você vai afirmar suas habilidades e sua legitimidade presente e futura. Acompanhar as evoluções do seu setor mostra que você está atento aos desdobramentos do seu mercado e quer responder a eles.

O conceito sobre o que é conteúdo está muito ligado a palavra NOVIDADE. Se você quiser chamar a atenção para determinado conteúdo, foque então nessa palavra (não apenas na palavra, acho que você entendeu!).

6- Submeter sua análise das publicações de seus produtos e serviços

Não hesite em divulgar as publicações referentes aos estudos sobre seus produtos. Mesmo que sejam estudos de análise própria. O objetivo é novamente mostrar seu conhecimento, criando conteúdo científico, e assim, passando credibilidade ao se consumidor final.

Além disso, você pode também compartilhar as publicações de estudos, infográficos ou artigos, que afetam seu setor de atividade.

É possível ainda, fazer relatórios de grandes eventos em seu setor produtivo, como conferências, feiras, etc. O importante é a sua marca estar vinculada à estudos e eventos do seu segmento.

7- Fornecer consultoria especializada relacionada ao seu campo

Oferecendo dicas e truques sobre os produtos e serviços que você vende, você irá aprimorar a divulgação da sua empresa. Você também pode optar por uma lista de erros comuns para não cometer quando tiver um projeto de compra em seu setor. Isso tudo ajuda a cativar os clientes.

Desta forma, essas dicas têm a vantagem de manter seus leitores fidelizados, pois com você eles conseguem encontram respostas concretas para seus problemas, e assim, retornarão ao seu blog.

Eles não hesitarão em contatá-lo quando precisarem de um produto ou serviço que você oferece, pois você já demonstrou que ele pode confiar em sua empresa.

Dentre os conceitos clássicos sobre o que é conteúdo, lembre-se que o conteúdo precisa ser criado de maneira que gere harmonia com o seu espaço (site ou blog, no caso), bem como, com os leitores e participantes desse espaço.

Quando o leitor também é um participante, isso tornará o conteúdo muito mais atrativo com chances bem maiores de se tornar “viral”.

Descubra o marketing de rede clicando aqui

8- Propor tutoriais

Você tem controle total sobre seus produtos e serviços, mas seus clientes em potencial geralmente não irão adquirir um produto sem conhecer 100% de sua utilidade.

Assim, configure tutoriais (preferencialmente vídeo), para mostrar a eles todos os usos que eles podem fazer de seu produto.

Não hesite em colocá-lo em situação para um alvo em particular. Você pode, por exemplo, oferecer o mesmo produto para um arquiteto ou um notário, mas para diferentes usos.

Desta forma, é possível fornecer um tutorial para cada indústria, mostrando o passo a passo de todos os usos concretos que eles podem fazer.

Tutoriais é uma tendência bem contemporânea, que já faz parte da vida de muitas pessoas. Sem discutir como isso se encaixaria no conceito de “o que é conteúdo”, pense que aprender algo novo, traz mais expectativas para as pessoas. Essa pode ser uma motivação a mais para o cliente querer comprar o seu produto.

9- Responda às perguntas dos seus clientes

O feedback e as perguntas de seus clientes são uma fonte de inspiração para o seu blog, que você não deve negligenciar.

Encontre as perguntas mais frequentes feitas pelos seus clientes, sejam por agendamento ou e-mail, e assim, você detectará problemas recorrentes.

Responda em um artigo. Você vai tranquilizar seus clientes em potencial e poderá enviar diretamente para seu artigo qualquer cliente que lhe faça a mesma pergunta no futuro.

As perguntas dos clientes podem gerar um excelente conteúdo! Em cima dos problemas, dúvidas e elogios você pode criar artigos incríveis.

Desta forma, você está pensando um pouco fora do comum em relação ao conceito de o que é conteúdo, gerando um conteúdo responsivo, em função das demandas geradas pelos clientes.

A partir daí, você pode até mesmo trabalhar com o que chamamos de engenharia reversa, ou seja, trabalhar de forma positiva com conteúdo negativos. Pode ser comentários com críticas, por exemplo, e transformar isso em um conteúdo interessante para os leitores.

10- Pense no guest blogging

Você pode convidar blogueiros influentes em seu setor para publicar conteúdo em seu blog. Você economizará o tempo de criação de seu conteúdo e se beneficiará de novos leitores que seguem seu parceiro.

Se você não sabe com quem entrar em contato, pergunte aos autores dos artigos que você compartilhou e comentou sobre seu setor de atividade.

Esse esquema de parceria funciona no Youtube, por exemplo. Quando um canal está sem ideia de conteúdo para publicar na plataforma, o dono do canal chama outro Youtuber e os dois fazem o que é chamado de “colab” e ambos são beneficiados.

Nos conteúdos publicados em seu site, ou blog de negócios, você pode pensar de maneira similar, o que trará muitos benefícios para o conteúdo do site.

11- O que é conteúdo – Notícias da sua empresa

Este é o conteúdo mais clássico, mas também, o mais assustador para os usuários da Internet. Estamos falando sobre as notícias da sua empresa. Mas por que assustador? Porque esse tipo de notícia geralmente não é interessante, podendo geral um efeito contrário.

Você criou um novo produto em sua empresa; Seu aprendiz recebeu uma distinção durante os exames; Você acabou de ganhar um premio importante. Então anuncie alto e claro!

Tudo sobre a vida diária de sua empresa pode, e deve, ser exposto. No entanto, para escapar de um egocentrismo excessivo e manter a atenção dos leitores em seu conteúdo, responda à seguinte: Como essas notícias podem melhorar a vida de meus clientes?

12- Opiniões

A nova política comercial do Município irrita você? A honestidade de um dos seus clientes toca em você? O ponto de vista de um colega te horroriza? Você quer saltar sobre uma notícia? Expresse-se!

Em um blog, o tom é menos formal do que nas páginas do seu site. Assim, você pode se dedicar a todos os tipos de injunções (desabafos ou ataques) e dar sua opinião sobre praticamente qualquer assunto.

Mas tenha sempre o cuidado de que o assunto do seu artigo esteja relacionado ao seu setor de atividade. O usuário não tem o menor interesse em suas opiniões políticas, quando sua empresa vende cosméticos. A não ser que seja relacionado a alguma lei que afeta este segmento.

Você sabe o que é marketing de guerrilha? Saiba clicando aqui

13- O que é conteúdo – Comparação de produtos e vídeos

Um tutorial para algum produto de sua empresa vai além de uma dica. Ele deve oferecer um verdadeiro manual sobre o produto, em que o usuário pode seguir passo a passo para entender completamente o seu funcionamento.

É por isso que um tutorial, como dizemos no jargão, deve realmente pegar o surfista pela mão e ser o mais preciso possível. De “Como desentupir sua pia? Para “Como instalar aplicativos no seu iPhone sem passar pelo iTunes?”, Revele suas habilidades, por palavras, imagem ou vídeo.

Desta forma, o vídeo é uma maneira muito eficaz de alcançar os usuários e gerar novidades em torno de sua marca.

Você pode compartilhar vídeos produzidos por outras pessoas ou fazer suas próprias produções. Não é necessário reservar um bilhete só de ida para Hollywood para gravar suas imagens. Um smartphone, um microfone e iluminação adequada são suficientes.

Seus vídeos podem usar o mesmo conteúdo de seus artigos, como: descrições de produtos, favoritos, comparações, opiniões etc. Mas o final é os tutoriais que vencem sempre (fica a dica).

Uma nota: Quanto mais curto for o seu vídeo, mais ele será visualizado e compartilhado nas mídias sociais.

14- Guias de compra

Para começar, reserve um tempo para publicar guias de compras que ajudarão seus visitantes a fazer a melhor escolha.

Em sua loja digital, você não tem um vendedor para aconselhá-los de acordo com suas necessidades. É então estratégico, oferecer guias para escolher os melhores itens, que apresentarão os seus diferentes produtos. E desta forma, atender as necessidades que os clientes possuem.

Quando pensamos sobre o que é conteúdo não podemos deixar de fora os guias. Bem, agora eles estão mais modernos e poderão ser expostos no site de sua empresa, por exemplo.

Você também pode aproveitar para expor algumas dicas e recomendações nesses guias, isso trará uma melhor dinâmica para o conteúdo do seu site ou blog. Apenas tenha cuidado com exageros e parcialidades.

15- Testes de produtos

Mostre a seus visitantes que você conhece seus produtos com perfeição e dê a eles a vontade de obtê-los, oferecendo testes completos.

Você poderá destacar os pontos fortes de seus produtos e realizar demonstrações ao vivo de sua operação. O que dá material suficiente aos usuários para motivá-los a comprar!

16- Dicas e Sugestões para Uso

Compartilhe informações de seus produtos diariamente, oferecendo dicas sobre como usá-los. Por exemplo, se você vende roupas, pode fornecer conselhos sobre roupas durante o verão, em uma festa ou durante um festival.

Você também tem a oportunidade de dar dicas sobre como usar tal vestido ou top, enfim, as possibilidades são grandes.

Saiba mais sobre outbound marketing 

17- Notícias sobre o seu setor

Ao postar artigos sobre o que há de novo em seu setor ou sobre as últimas tendências, você está mostrando que está à procura de mudanças em seu mercado.

Isso coloca você imediatamente como um especialista e incentiva o usuário a confiar em você. Faça uma vigilância constante em seu setor e, em seguida, ofereça sua própria análise das notícias.

Por exemplo, se você vende cigarros eletrônicos, mantenha seus visitantes informados sobre as últimas regulamentações em vigor, estudos científicos realizados nesse mercado, etc.

 

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart