Neuro Marketing: a ciência por trás das campanhas milionárias

1

Neuro Marketing, o que é isso? Esta pergunta já foi feita várias vezes em nosso site. Neste sentido, os estudos que abordam o Neuro Marketing chegaram ao ponto em que muitas pessoas se perguntam se é um exagero.

Por causa disso, há muito ceticismo sobre esse novo campo e o uso da neuro-pesquisa para fins de marketing. É por isso que me pergunto: O Neuro Marketing já é obsoleto?

Neste sentido, para saber tudo sobre a ciência que está por trás das campanhas milionárias de Neuro Marketing, confira o nosso artigo de hoje.

O que é Neuro Marketing?

O Neuro Marketing é um método de marketing baseado na neurociência. A neurociência é a ciência que lida com todos os aspectos do sistema nervoso, ou “como o cérebro funciona”.

Segundo Paul Postma (autor do livro Anatomy of Seduction), existem três abordagens dentro do Neuro Marketing que dão acesso ao cérebro:

  • Reflexos externos;
  • Modelos de entrada / saída;
  • Reflexos internos.

Em outras palavras, como eu posso saber como o cérebro funciona através do Neuro Marketing? As respostas se resumem em:

  • Observando a pessoa e medindo.
  • Ação e reação.
  • Olhando para o próprio cérebro.

Os reflexos externos incluem linguagem corporal, design empático, codificação facial e rastreamento ocular.

Com a linguagem corporal, você observa os reflexos biológicos externos. Com design empático, você observa os consumidores em seu próprio ambiente, para ver como eles usam o produto.

Com a codificação facial, as expressões faciais são sistematizadas e ligadas às emoções. E com isso, é criado um mapa de calor dos resultados que os consumidores observam.

Os modelos de entrada / saída mapeiam o resultado que fornece um certo incentivo: O que entra e o que sai? Você pode usá-lo para prever o comportamento de compra.

Os reflexos internos usam fMRI e EEG para observar subsequentemente as reações no cérebro a certas expressões.

Neste sentido, O Neuro Marketing é um campo relativamente jovem em que as técnicas médicas da neurociência são aplicadas no campo do marketing.

Ao usar ressonância magnética e tomografia computadorizada, entre outras coisas, podemos agora medir e visualizar adequadamente o que está acontecendo em nosso cérebro.

Muitas dessas atividades cerebrais acontecem inconscientemente. Portanto, o Neuro Marketing responde principalmente a esse comportamento inconsciente nas pessoas.

Como seres humanos, fazemos 500 milhões de escolhas conscientes e inconscientes todos os dias. Felizmente, a maioria dessas escolhas é feita inconscientemente.

Por exemplo, não pensamos conscientemente em retirar nossas mãos ao tocar uma panela quente no fogo ou clicar em um botão em um site. Assim sendo, uma escolha é feita para estas ações, em algum lugar, em algum ponto em nosso cérebro.

Neste sentido, pesquisas mostram que 95% das nossas decisões são inconscientes. Respondendo de maneira inteligente a esse comportamento inconsciente, você pode exercer influência e orientar esse comportamento nas pessoas através do Neuro Marketing.

Qual é a importância do Neuro Marketing?

Em geral, o Neuro Marketing mede três componentes da atividade cerebral: Ligação emocional, atenção e memória. Você pode medir se o sujeito experimenta uma emoção positiva ou negativa, se há atenção para a mensagem e se a mensagem está armazenada no cérebro.

As áreas cerebrais mais importantes que desempenham um papel no comportamento de compra podem ser subdivididas em centro da emoção, centro empático e centro da recompensa.

O centro de recompensa estimula o desejo, o centro de dor ativa as emoções negativas e o centro de emoções desempenha um papel na motivação, emoção e memória do consumidor. O córtex pré-frontal, em última análise, toma a decisão de compra.

Redes sociais mais usadas: existem mais de 50, mas você só precisa de 5. Veja quais

Valor acrescentado do Neuro Marketing

Vários elementos garantem que o Neuro Marketing realmente agrega valor. Neste sentido, a neuro-pesquisa permite que você preveja melhor o comportamento do consumidor.

Pode fornecer insights sobre associações (emoções positivas e negativas) do cérebro. Pode descobrir qual rede de associação uma marca criou no cérebro. E pode fornecer informações sobre o subconsciente, permitindo aumentar a eficácia das expressões e do conteúdo.

Portanto, o Neuro Marketing é especialmente útil se as pessoas não querem colocar sua motivação ou opinião em palavras, porque é controverso ou socialmente indesejável.

Ou se as pessoas são difíceis ou incapazes de colocar sua motivação ou opinião em palavras, porque elas não estão cientes disso.

Neuro MarketingQuais são as limitações do Neuro Marketing?

Há também, é claro, ruídos críticos sobre a aplicação (comercial) do Neuro Marketing. Além de uma série de limitações científicas, a crítica está relacionada principalmente ao nível ético do Neuro Marketing.

Isso ocorre, pois, ao usar o Neuro Marketing, você pode manipular conscientemente os consumidores para comprar produtos. E isso aumenta a resistência ao uso do Neuro Marketing.

O que você pode fazer com o Neuro Marketing?

Agora que listamos os prós e contras, você pode pensar se e como pode aplicar o Neuro Marketing em seu site e na mídia on-line.

Se você tiver uma loja virtual, poderá influenciar o comportamento de compra e clique de seus visitantes aplicando as várias técnicas de Neuro Marketing que podem estimular a compra.

Dessa forma, você pode aumentar facilmente as vendas on-line. Sempre faça isso de maneira realista e confiável.

Muitos consumidores agora reconhecem os ‘truques de vendas’ gerais e serão influenciados muito menos por isso.

Portanto, aplique as técnicas menos conhecidas e teste completamente se a tecnologia aplicada realmente produz uma melhoria. Isso pode ser medido através do seu programa de estatísticas ou teste A / B.

Você também pode optar por não aumentar muito o comportamento de compra, mas a facilidade de uso em seu site por meio do uso de técnicas de Neuro Marketing.

Deste modo, ao remover os limiares on-line, as ambiguidades e as confusões, você torna o site intuitivo de usar. Os visitantes encontrarão o que procuram com muito mais rapidez e experimentarão o seu site como amigável.

Portanto, o uso de técnicas de Neuro Marketing pode, desta forma, melhorar significativamente a comunicação dentro de seu site para o visitante, o que é um grande avanço.

Inbound Sales: TUDO que você precisa saber

Técnicas de Neuro Marketing para o seu site

Enquanto os humanos existirem, tentamos nos influenciar mutuamente. Esta é também a base do marketing, da comunicação e da profissão publicitária.

Nos últimos anos, um novo campo foi adicionado: Neuro Marketing. Dentro do marketing na internet chamamos de “Persuasão Online”

Como podemos medir as reações no cérebro das pessoas com novas técnicas científicas, também podemos medir o efeito de estímulos e sinais inconscientes.

Você espera que, como pessoa, tome todas as decisões muito racionais. Nada poderia estar mais longe da verdade, pois, conforme já mencionamos, cerca de 95% de nossas decisões são feitas inconscientemente pelo nosso cérebro primordial.

Assim sendo, o campo do Neuro Marketing responde conscientemente a esse comportamento inconsciente nas pessoas.

Aplicando conscientemente técnicas de sedução psicológica, as pessoas são influenciadas e dirigidas sem saber.

Soa um pouco como ficção científica, mas acontece diariamente e está mais perto do que você espera. Neste sentido, os principais princípios são:

Neuro Marketing·         Princípio 1: Evidência Social

As pessoas são realmente animais de rebanho! Se todo mundo fizer isso, então será bom. A pressão social como meio de influência é um dos meios mais poderosos para convencer os visitantes através do Neuro Marketing.

Este princípio é fácil de usar online, referindo-se ao que a maioria das pessoas escolheu. Por exemplo: “Produtos mais comprados”, “Os 5 itens mais vendidos” ou “outros visitantes também viram / compraram …”.

·         Princípio 2: Autoridade

As pessoas gostam de ouvir e seguir as autoridades. Assim como no princípio 1, isso se deve em parte a um grau de incerteza.

“Quando um especialista diz isso, então será.” Isso ajuda os visitantes a remover algumas das suas incertezas. Além disso, a autoridade lhes dá a confiança de que eles estão no caminho certo para fazer a escolha certa.

Portanto, mostre claramente o que você tem na loja online! Pense cuidadosamente sobre isso e exiba logotipos de prêmios, organizações do setor ou pesquisas de mercado.

Logos sempre inspiram confiança! “Aqui eu posso comprar com confiança, se der errado, então provavelmente será resolvido corretamente!”

·         Princípio 3: Escassez

As pessoas querem coisas que são difíceis de encontrar. “Out = out”. “Apenas dois lugares disponíveis!” Neste sentido, a criação de escassez é uma ferramenta poderosa do Neuro Marketing para influenciar os visitantes que duvidam do seu site.

A questão de saber se você realmente precisa disso é subitamente menos importante. Exemplos disto são ofertas das quais apenas uma quantidade limitada está disponível.

·         Princípio 4: Simpatia

Este princípio é talvez a técnica de influência mais simples do Neuro Marketing. Você gosta de fazer coisas para as pessoas que você gosta.

Um dos exemplos online mais conhecidos é, obviamente, a opção “Conte a um amigo” em um site. Com a chegada das mídias sociais, essa opção foi substituída pelo bem conhecido botão de compartilhamento do Facebook.

Mas para isso, você tem que ganhar simpatia primeiro. Assim sendo, a página de agradecimento e o contato após a compra / reserva / solicitação devem fornecer aos clientes a confirmação de que fizeram a escolha certa. Com um bom serviço, você pode se distinguir e fazer a diferença.

·         Princípio 5: Compromisso e Consistência

Se você disser A, você também deve dizer B. Uma vez que os visitantes foram seduzidos em um pequeno passo e têm um vínculo com você, eles estão mais dispostos a dizer “sim” para um novo passo, muito maior.

Deste modo, eles querem mostrar um comportamento consistente. Para isso, primeiro, peça algo pequeno.

Assim sendo, certifique-se de que os visitantes digam sim a uma pequena solicitação, como inscrever-se em um boletim informativo, se tornar um fã de sua página no Facebook.

Depois disso, peça uma contribuição maior, dando conselhos pessoais ou concordando com isso, ou ainda, fazer contato pessoal.

Ganhar curtidas no Instagram: curtidas reais para se tornar digital influencer

·         Princípio 6: Reciprocidade

O princípio reciprocidade pressupõe que, se alguém lhe oferecer ajuda, você estará inclinado a devolver algo a essa pessoa.

Em outras palavras, faça algo por outra pessoa e o destinatário se sente obrigado a devolver algo. Isso não precisa ser imediato, o presente contrário também pode ser respondido mais tarde.

Você pode aplicar isso on-line dando um brinde, dicas ou conhecimento para criar a sensação de reciprocidade. Isso deve ser significativo, inesperado e pessoal!

Neuro MarketingO que você pode fazer online com esses princípios de sedução?

Fazendo uso inteligente desses princípios de Neuro Marketing em seu próprio site, você pode orientar os visitantes do seu site muito melhor e atraí-lo para uma ação.

Portanto, inconscientemente, incentivando-os em seu comportamento, você pode aumentar muito a receita do seu site!

Para todos os princípios, você deve usá-los no momento certo no processo on-line. Outra regra é que você só deve usar os princípios se puder cumprir sua promessa.

Assim sendo, na moderna ciência do Neuro Marketing e no marketing on-line, esses princípios foram suplementados com novas técnicas complementares de Persuasão Online).

Quais são os prós e contras?

Na minha opinião, a vantagem mais importante do Neuro Marketing é que você pode olhar para o subconsciente do consumidor, onde estão ocorrendo processos que ele pode estar ciente durante uma decisão de compra.

Isso oferece muitas possibilidades para melhorias no produto, entre outras coisas, porque o produtor pode responder a essas necessidades inconscientes do consumidor.

Você também pode coordenar campanhas e anúncios melhor com o que produz as associações certas no cérebro do consumidor.

No entanto, também penso que existem muitas desvantagens. Também chamamos de imagens cerebrais de pornografia cerebral: É claro, por uma razão, porque é emocionante assistir.

Assim sendo, o Neuro Marketing poderia responder a uma pergunta que temos há anos: Como funciona o nosso cérebro?

Mas ainda sabemos muito pouco sobre o cérebro para conectar as conclusões a áreas do cérebro que se iluminam com uma ressonância magnética ou eletroencefalograma (EEG).

Há também muitas publicações que se contradizem sobre o comportamento em relação a uma área específica do cérebro.

Gerenciador de negócios Facebook: 10 dicas para lucrar com ele

O foco na pesquisa Neuro Marketing está mudando

Felizmente, o foco está mudando lentamente da pesquisa para regiões do cérebro, para pesquisas em redes de regiões cerebrais.

Isso deve fornecer a nuance necessária para os resultados do Neuro Marketing. Eu acho a falta de nuance particularmente difícil com as emoções.

Emoções são difíceis de definir, entre outras coisas, porque podem significar algo diferente para todos. Então colocar as pessoas sob um scanner e concluir que elas estão experimentando uma certa emoção não fornece informações confiáveis.

Tudo pode ser rastreado até o cérebro

Finalmente, quero acrescentar que acho que toda comunicação e marketing podem ser rastreados até o cérebro. Nossa preferência por cores brilhantes, contrastes, certas fontes e outras coisas podem ser rastreadas até o cérebro.

Assim sendo, as pesquisas são projetadas para que o cérebro possa processar a informação da maneira mais fácil possível.

Já teve alguma experiencia com uma campanha publicitária de Neuro Marketing? Então deixe o seu depoimento nos comentários. E se você gostou do nosso artigo de hoje sobre o Neuro Marketing, então continue em nosso site e confira muito mais dicas.

1 Comment
  1. […] Entenda melhor o papel dos sentidos e do cérebro humano no marketing lendo o nosso artigo Neuro marketing: a ciência por trás das campanhas milionárias. […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.