}catch (ex){}

Marketing pessoal: 20 dicas essenciais

Marketing pessoal
CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

A competição no mercado de trabalho é feroz: destacar-se de outros candidatos é agora essencial. De certa forma, é isso que possibilita o marketing pessoal, encontrar os pontos fortes e aprender como desenvolvê-los para vendê-los como se fosse vender um produto ou uma empresa. Aqui estão 20 dicas para chegar lá facilmente.

1.Pesquise na Webz e descubra as tendências do marketing pessoal

Sua presença na Web pode dizer muito sobre você. Aproveite o tempo para pesquisar os vários mecanismos de pesquisa e, se necessário, limpe os vários conteúdos que você encontrará. Por exemplo, uma foto ou um artigo em que você aparece pode ter uma imagem sua desatualizada. Certifique-se de rastrear a origem desse conteúdo e removê-lo ou arquivá-lo.

Faça um tour por suas várias redes sociais, remova as identificações de você em fotos que não agradam a você ou que não correspondem à sua nova estratégia de marketing pessoal.

2. Defina sua própria marca

Uma vez que a casa esteja pronta, é hora de pensar em como você quer se apresentar a potenciais empregadores ou ao seu atual empregador.

  • Quais são seus pontos fortes?
  • De que maneiras você se destaca dos outros?
  • Você prefere ser visto como um profissional versátil ou com conhecimentos específicos?

Faça uma lista de todos esses elementos e descreva como você quer ser percebido. Depois de reunir todas as respostas, identifique algumas palavras-chave que podem aparecer em seus documentos oficiais, incluindo:

  • Seu curriculum vitae
  • Sua carta de apresentação
  • Seus cartões de visita
  • Seus documentos promocionais.

Escolha suas cores e a estética geral que você deseja aplicar aos seus documentos comerciais. Tente não derrogar suas escolhas para permanecer consistente. Não se esqueça de atualizar sua foto principal, sua biografia e seu currículo no LinkedIn, certificando-se de que você está conectado com sua nova marca! O linkedIn é essencial para o Marketing Pessoal.

Marketing pessoal3. Conte sua história

Cada marca tem sua história. Você sabe como dizer o seu? Tire um momento para colocar as palavras certas em sua carreira.

  • Identifique seus destaques
  • Como você superou os maiores obstáculos em sua carreira até agora?

Termine criando um texto completo que conte essa história, sua história, tomando cuidado para deixar espaço para novos parágrafos. Este texto será útil para você tanto em entrevista quanto para melhor descrevê-lo nas redes sociais. Sua História é essencial para o Marketing Pessoal.

4. Crie seu site pessoal

Ter seu próprio site irá ajudá-lo de várias maneiras. Em primeiro lugar, as chances de encontrar você nos mecanismos de pesquisa aumentarão drasticamente. Certifique-se de otimizar suas palavras-chave para colocar as chances do seu lado.

Em segundo lugar, você terá um lugar para reunir todas as suas experiências profissionais, ver seu portfólio, compartilhar conteúdo relacionado ao seu campo (posts de blog, etc.) e, em última análise, dar vida à sua marca. Um site é fundamental para o Marketing Pessoal.

Confira também: 3 conceitos de liderança

5. Faça a sua marca crescer de forma eficaz

Em síntese, a importância de estar conectado com sua nova imagem de marca é primordial. Contudo, o principal objetivo do marketing pessoal é alinhar seus valores e habilidades pessoais com a imagem que os empregadores atuais ou potenciais têm ou terão de você.

Você é uma pessoa positiva que sempre tem a solução certa? Sorria e aja com confiança em suas decisões e ações. Ademais, represente sua marca nos pequenos detalhes: da sua escolha de banner no LinkedIn ao seu estilo de escrever em uma carta de apresentação. Afinal, cada pequeno detalhe conta, cada contato que um empregador tem com você conta! O crescimento de sua marca é fundamental para o Marketing Pessoal.

6. Legitimidade

Cada experiência e projeto que você concluiu devem demonstrar sua legitimidade para o cargo que você ocupa ou deseja alcançar.

Contudo, às vezes você terá que reler suas experiências para mostrar que você realmente tem o histórico que o torna legítimo.

Meu conselho: a legitimidade começa com seu título, que é o título do seu perfil LikedIn ou seu currículo. Não indique que você está procurando emprego, ou estágio, ou oportunidades: desvaloriza você e o apresenta como estudante, desempregado ou empregado problemático. Legitimidade é fundamental para o Marketing Pessoal.

7. O compromisso

Isso significa que:

  • Você acredita no projeto que você tem ou que você percebeu
  • Você é apaixonado por este projeto
  • Você está motivado pelo seu trabalho
  • Você tem valores na função que ocupa
  • Você é um profissional comprometido e é por isso que seus clientes, seus fornecedores, seus colegas ou seus acionistas podem confiar em você.

Meu conselho: compartilhe seus valores em seu currículo. Afinal, o compromisso é prioridade para o Marketing Pessoal.

Marketing pessoal8.A visão

Podemos ser um excelente profissional contratado:

  • Você é um profissional capaz de dirigir diligências ou carros a hidrogênio?
  • Você é a pessoa do passado ou do futuro?
  • Você é a pessoa que retardará a transformação da minha empresa ou acelerará sua transformação?

Aliás, sua visão de sua profissão hoje e amanhã pode mostrar aos seus interlocutores que você é o profissional comprometido do futuro, aquele que os ajudará a antecipar o futuro.

O meu conselho: comunique-se com a sua visão ou a da sua empresa. Mostre que você é capaz de imaginar o futuro. Amanhã é inventar. Não é construído com as receitas do passado.

Veja 15 exemplos de empresa e descubra o que é comunicação

9. Linkedin, A rede social profissional na qual apostar em prioridade no marketing pessoal

Afinal, o Linkedin, é a rede social profissional que é essencial para todos os tipos de serviços que você oferece. Você pode adicionar todas as suas missões, os nomes de seus clientes, eles podem fazer recomendações para você.

Mas também suas habilidades, o que você pode trazer para seus futuros clientes, que podem se conectar com você e entrar em contato com você dessa maneira. Você também pode compartilhar sua véspera e escrever artigos sobre um tópico que você domina.

O Linkedin pode às vezes escolhê-los para colocá-los na frente e dar-lhe um foco significativo. Esta é a rede onde você tem que aprimorar sua experiência ao máximo e não deixar nada ao acaso. Muitos encontraram um emprego por meio disso ou da maioria de seus clientes. Como já dissemos, o linkedIn é uma boa base para o Marketing Pessoal.

10. Facebook, os não amados não o negligenciam

Todos os anos, anunciamos a morte do Facebook, mas é claro que não é por agora, e que devemos estar lá, quando queremos falar de si e da sua atividade. Você deve criar uma página na qual você compartilhará seus favoritos, suas notícias, interagirá com sua comunidade e manterá links privilegiados.

Eles são os primeiros prescritores da sua marca pessoal. Eles vêm para a sua página para você em primeiro lugar, porque eles sentem que estão perto de você. O Facebook pode alavancar o seu Marketing Pessoal.

11. O blog não está morto!

Por último mas não menos importante: o seu site pessoal. Seja uma vitrine ou um blog, você não pode prescindir de uma estratégia de marca pessoal. Para falar de si mesmo, proponha suas ofertas. Mas também explique quem você é, o que você faz.

Ou o que você precisa trazer com sua expertise. Ele também permite que os clientes façam uma opinião sobre sua personalidade, sua maneira de trabalhar, suas qualidades, para conhecê-lo, sentir-se perto de você e contatá-lo.

Em suma, hoje existem muitas soluções simples para tornar seu site você mesmo em poucos dias, sem conhecimento de HTML. Então, é claro, alimentá-lo! Atualize, faça evoluir e personalize.

12. Escolha as melhores ações para fazer

Afinal, para criar uma marca relevante, você terá que incorporar sua marca. Conheça os componentes do seu ambiente. Contudo, em seguida, faça um esforço para compartilhar. Envie embaixadores para todos os lugares. Se você tem funcionários, cada um deles terá que transmitir a marca: da equipe para os operadores, através dos contadores.

Assim, atreva-se a gastar tempo e dinheiro. Criar uma imagem de marca pode levar muito mais tempo, trabalho e investimento do que você imagina. Então, se uma empresa de comunicação promete fazer uma marca relevante em uma semana, não leve a sério!

Crie um gráfico bem pensado. Faça um bom logotipo. Escolha cores com os tons certos. Então pense sobre seus significados. Embora todos eles devem corresponder à sua imagem e ao seu alvo.

Marketing pessoal13. Adote uma estratégia de comunicação ativa e o seu marketing pessoal será destacado

Integre as redes sociais à sua organização e não o contrário. Você perde tempo adaptando sua imagem e ação de comunicação ao Facebook, Twitter ou outros. Escolha apenas as redes sociais adaptadas à sua imagem e objetivos.

Contudo, também tente ficar ativo e regular. Lembre-se de que uma pessoa precisa rever uma marca 7 vezes antes de se lembrar e retê-la para sempre. Se você gasta muito tempo fazendo-se conhecido, você precisa otimizá-lo. Então, comunique-se regularmente.

Em síntese, é melhor estar nas redes sociais do que ficar inativo. Lembre-se de que você tem um relacionamento de confiança. Seus alvos apreciarão, então, se você realmente se importar com as necessidades deles.

Saiba como escolher uma agência de marketing

14. Garanta sua imagem no seu marketing pessoal

Verifique se há alterações em sua reputação. Analise constantemente a percepção dos clientes da sua imagem pessoal. Como você se classifica em relação aos seus concorrentes? Você vale mais ou menos em comparação com estes? Você é considerado um novato ou um especialista? Reaja de acordo.

Seja igualmente original e original em todas as suas ações. Todas as suas manobras devem permitir que você faça a diferença com seus concorrentes. Quanto mais valor competitivo você adicionar, mais você será seduzido.

Seja você mesmo e destaque sua singularidade. Não minta. Para fazer isso, compartilhe seus pontos fortes e ouse dizer suas fraquezas. Uma organização sem fraquezas inspira desconfiança. Note que, para receber, você tem que saber dar. Quanto mais você compartilhar, mais seu público se sentirá envolvido.

15. Trabalhe na sua mensagem

Portanto, passe algum tempo trabalhando na sua mensagem comercial. Atreva-se a modificá-lo. Lembre-se de que toda a sua oferta se resume à sua mensagem comercial. Deve ser conciso e claro para ser compreensível por todos e compartilhável.

Para reivindicar ações de seus clientes, informe-os de maneira sutil. Assim, sua ação terá mais chances de ser compartilhada e ter mais “curtidas”. Use essa técnica para receber feedback de pesquisas de satisfação.

16. Converse com sua comunidade

Elogie suas intervenções e comentários, responda suas perguntas e agradeça-os. Você também pode criar tópicos que geram debate.

Melhore seu público com comunicações personalizadas. Alguns preferem os textos, outros as imagens, etc. Sejam artigos, vídeos, fotos, áudio, seu único objetivo é atingir seus objetivos.

Seja mais perto de seus clientes O cliente deve acordar, trabalhar, comer com você ao seu lado. Para alcançar tal resultado, humanize suas intervenções.

Então você precisa fazer com que eles reajam, compartilhem e até criem conteúdo.

Marketing pessoal17. Organize-se internamente

Todos os funcionários da sua organização devem participar da criação de sua marca. Começando com a gestão, o departamento de marketing e comunicação. Se possível, incorpore cada funcionário à sua estratégia. Defina sua missão para melhorar sua imagem.

Para conseguir uma imagem de marca, meça seus meios. Assim, sua estratégia deve ser definida levando em conta seus recursos humanos e financeiros. Não tente ter “olhos maiores que o estômago”. Uma ótima visão é um enorme orçamento. Certifique-se de que você tenha as habilidades necessárias para cada ação da estratégia.

18. Você oferece apoio moral?

Contudo, lembre-se de que você não se comunica com robôs, mas com pessoas com preferências. Para isso, peça a opinião de seus alvos sobre sua imagem de marca e sua campanha de comunicação. O que eles acham da sua imagem? Se eles fossem resumir sua marca em cinco palavras, quais seriam eles? As respostas vão surpreendê-lo…

Confira: afina, o que é live marketing?

19. Melhore de tempos em tempos.

Afinal, você deveria fazer isso melhor todos os dias. Procure oportunidades para mudar positivamente sua imagem de marca. Esteja sempre um passo à frente de seus concorrentes. Seja um líder. Assim, os concorrentes tentarão duplicá-lo e isso lhe dará mais confiança em suas decisões futuras.

20. Não desista, mesmo se você não conseguir o que deseja.

Aprenda com seus erros e use-os para melhorar suas ações subsequentes. Em caso de erro, não hesite em começar tudo de novo, fazendo as alterações necessárias. Lembre-se de que criar uma marca é um trabalho de longo prazo e um caminho cheio de armadilhas.

 

 

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart