}catch (ex){}

Marketing olfativo: o que é

Marketing olfativo: o que é

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

Você já ouviu falar no marketing olfativo? Não? Então, não fique preocupado. Além de ser algo pouco conhecido, não é muito comentado também. Por isso, preparamos um artigo completo para que você possa entender um pouco mais este assunto.

Marketing olfativo: o que é?

O marketing olfativo é a arte de usar odores para fins comerciais e de marketing.

O marketing olfativo pode ser aplicado à política de produtos, ponto de venda e comunicação.

No nível do produto, o componente olfativo é obviamente muito importante para produtos de higiene, beleza e alimentos, mas também pode afetar outros produtos muito variados.

No campo dos produtos de limpeza, o marketing olfativo se aplica para dar um cheiro sedutor ao produto, mas também para gerar um “cheiro de limpeza” após o uso, que tem efeitos psicológicos no usuário.

Para o ponto de venda, difusores de odores podem ser usados ​​para promover a qualidade da experiência do cliente, para reforçar a imagem de uma marca pela difusão de um odor em relação ao seu universo ou para um produto em particular.

A dimensão olfativa também pode ser usada como parte de uma campanha de marketing direto.

Além disso, os óleos essenciais têm particularidades muito lucrativas quando são cuidadosamente selecionados e adaptados a diferentes contextos de uso.

O marketing olfativo é o toque final de qualquer abordagem de marketing

O marketing olfativo usa a memória olfativa do nosso cérebro. Nosso comportamento depende em parte de nossa reação aos aromas ou odores que nos rodeiam.

Em uma loja, uma fragrância de sala desperta sutilmente a atenção dos clientes e deixa em sua memória uma impressão positiva e duradoura de sua visita.

Marketing olfativo para pequenos e médios espaços

Os perfumes são difusos para acolher o visitante e despertar agradavelmente sua atenção. A atmosfera em que ele evolui encoraja-o inconscientemente a ficar por mais tempo.

Essa atmosfera olfativa se torna uma alavanca formidável de vendas e fidelidade.

Lojas, escritórios, áreas de recepção privadas ou públicas, pavilhões esportivos, áreas médicas e estacionamentos são os setores mais afetados, mas há muitos mais.

Todos usam o marketing olfativo para criar emoções para seus visitantes e clientes.

Marketing olfativo em grandes espaços comerciais

As superfícies são muito maiores e os pisos geralmente precisam ser considerados. Neste caso, recomendamos um estudo preliminar para escolher a solução mais adequada.

Difusores de spray projetados para grandes volumes geralmente usam dutos de ventilação. A manutenção é simples e o perfume é muito fácil de substituir.

  • A intensidade da difusão: Seu ajuste de acordo com a superfície da loja é essencial porque uma difusão muito fraca é ineficaz, enquanto uma difusão muito forte pode não ser muito agradável.
  • Frequência de transmissão: programa-se para cada dia da semana (microprocessador) de acordo com o horário de funcionamento do espaço comercial.

Pode estar em vários lugares

Transportes públicos, museus, farmácias, bancos, casas de repouso: O marketing olfativo está investindo em mundos cada vez mais variados.

Pioneiros, lojas e hotéis não são os únicos a se darem uma identidade através de uma fragrância. E o mercado, que é baseado em uma gama de tecnologias, está crescendo mais rápido.

O conceito amadureceu e democratizou. Os clientes integraram-na em sua estratégia global. Cada vez mais marcas estão se conscientizando do interesse do marketing olfativo.

Surgimento de novas tendências

Novas tendências não faltam. Agora, materializamos mais a experiência para deixar mais traços. Em todos os mundos, subprodutos estão se desenvolvendo, de velas a sprays, apresentações comerciais, cartões de visita perfume em si mesmos, etc.

Outro fenômeno é a sofisticação dos conceitos.

Novas questões estão surgindo. Estão relacionadas ao bem-estar, ao uso de perfumes ativos, dotados de usos precisos, que, por exemplo, revigoram a manhã, descansam à noite. Isso abre um mercado mais amplo.

Democratização do mercado

Embora poucos consumidores estejam cientes, o uso do marketing olfativo não é novo.

Desde a década de 2000, grandes grupos foram os primeiros a conhecer essa prática e implantá-la em suas lojas. Mas eles o fazem discretamente: ele permite que eles se distingam da concorrência.

Atualmente, o fenômeno tende a se generalizar. Isso foi bem compreendido por vários profissionais de diversas empresas, o que faz com que eles pensem em novas ideias, com esse tipo de marketing.

Uma empresa agora pode se equipar e iniciar uma estratégia olfativa por menos de 100 reais. O mercado é promissor.

Com tantas 10 mil empresas atraídas pelo marketing olfativo, o Brasil está no caminho certo para se tornar uma referência. Quanto mais empresas conhecem, mais o uso é crescente.

Há muito pouca área, onde tal estratégia não foi considerada, até mesmo os bancos estão começando a pensar nisso para melhorar a recepção de seus clientes!

Mesmo algumas empresas não tendo conhecimento desse tipo de marketing ainda, a expectativa é que esse método cresça bastante, e em breve, veremos cada vez mais esse método em ação.

Despertando os sentidos dos consumidores

Essa estratégia de associar um odor a um determinado lugar, em expansão nos últimos anos, depende de fragrâncias para despertar os sentidos dos consumidores e estimular a compra por impulso.

Um lugar que cheira bem vai motivar um cliente a passar mais tempo na loja. Assim, sentindo-se à vontade, o cliente passeará ainda mais nas prateleiras e virá, talvez, para comprar um produto adicional.

O desencadeamento do ato de compra, no entanto, não seria o objetivo principal do marketing olfativo. Esta estratégia, antes de mais nada, daria um cheiro agradável a lugares que não o têm.

Deve ser, no entanto, desenvolvido em coerência com o visual, som, mas também toque e sabor da loja.

Assim, uma loja de decoração de interiores pode espalhar um cheiro de grama fresca para dissipar um cheiro de novo ou plástico, às vezes muito grávido no ar.

Mas isso só funcionará se a mobília apresentada estiver de acordo com o cheiro.

Dessa forma, é preciso saber também como usar esse marketing, em vez de pensar que é simplesmente usar e já está tudo bem.

Assim, antes de usar o marketing olfativo, é bom fazer uma pesquisa sobre o odor certo para usar na sua loja, de acordo com o que ela vende, e com a passagem de clientes. Assim, você irá escolher o cheiro certo, e venderá mais, sem precisar irritar seus clientes.

 

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart