Marketing mix: 10 coisas para entender

Marketing mix
CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

Comerciantes e cozinheiros têm mais em comum do que se poderia pensar. Para criar um bom prato, o cozinheiro deve combinar cuidadosamente os ingredientes. Uma pitada de sal, uma gota de óleo picante, uma pitada de alho… Um descuido, um erro na proporção e está feito o erro. Como profissional de marketing, você mistura seus próprios ingredientes diariamente para criar um plano de marketing digno desse nome: o 4P. Ao usá-los com sabedoria em seu marketing mix, você cria uma parceria perfeita que garante a visibilidade de seu produto, seu interesse pelos usuários, seu preço competitivo e sua promoção para seus clientes.

1.Marketing Mix e os 4P

Lugar, preço, produto e promoção. Estes são os 4Ps do marketing mix.

Estes são os pilares do modelo desenvolvido em 1960 pelo professor americano McCarthy em seu livro de marketing básico.

Em contraste com as abordagens convencionais de marketing, do ponto de vista puramente funcional, como um conjunto de papéis e interações tradicionais dentro de uma organização, McCarthy prefere se concentrar na resolução de problemas e na resposta.

Confira 17 exemplos de comunicação integrada de marketing clicando aqui

Marketing mix2.Defina seu produto

A definição do seu produto consistirá em dizer precisamente o que será vendido aos clientes para atender às suas expectativas e necessidades. Para definir seu produto, duas abordagens são possíveis.

O primeiro baseia-se no conhecimento das necessidades dos consumidores para projetar um produto que é adaptado a ele, enquanto o segundo consistirá de um produto existente que será moldado de modo que se ajuste as expectativas ou desejos de potenciais clientes.

Ao definir seu produto, o empreendedor fornecerá soluções para as seguintes questões:

  • Como o produto atenderá às necessidades dos consumidores?
  • Como o produto deve aparecer no aspecto formal e no plano de fundo?
  • Será apresentado individualmente ou em uma variedade de produtos?

3.Definir o preço de venda

O preço que um consumidor se compromete a pagar pela aquisição de um bem ou por beneficiar de um serviço depende da sua percepção do produto em causa, da utilidade desse produto e do lugar que lhe confere por comparação de produtos concorrentes ou substituíveis.

Como resultado, o preço é o elemento chave que permite à empresa apreciar a aceitação do produto pelo consumidor, ou seja, a capacidade do consumidor de atender às suas necessidades. .

O elemento básico que é usado pelos líderes empresariais para precificar os bens e serviços que eles oferecem é o preço de custo e a taxa de margem desejada. Mas isso não é suficiente.

Para que o preço seja relevante, é necessário combinar outros critérios, como os preços cobrados pela concorrência e os valores que os consumidores estariam dispostos a pagar.

4. A política de distribuição do marketing mix

Para esta linha de ação, será necessário definir claramente quais canais de distribuição (varejo, comércio eletrônico, etc.) a empresa usará para vender seus produtos com a maior eficiência que permite entregar o número máximo de clientes com os melhores custos e prazos possíveis.

Uma boa política de distribuição é baseada em conhecimento perfeito:

  • As diferentes redes de distribuição disponíveis e as utilizadas pela concorrência;
  • Cartografia e tipologia da clientela alvo;
  • Recursos materiais, financeiros e humanos da empresa.

Veja um modelo de marketing cultural

Marketing mix5. A estratégia de comunicação no marketing mix

Uma estratégia de comunicação é colocada em prática para dar uma imagem desejada para a empresa e os produtos que comercializa, para todo o mercado. Qualquer que seja a qualidade de seus produtos, a comunicação insuficiente ou inadequada leva necessariamente a um déficit de vendas.

Além disso, é muito importante saber que a comunicação não deve ser focada no produto, pois a imagem de uma empresa é muito importante na decisão de compra do consumidor.

Uma estratégia de comunicação é construída realizando as seguintes atividades cronologicamente:

  • Definir metas específicas e mensuráveis ​​em termos de vendas, cobertura de mercado e prazos.
  • Crie mensagens para transmitir. Estes devem ser simples, claros e compreensíveis. Em particular, eles não devem conter informações falsas ou enganosas.
  • Escolha os canais de comunicação (redes sociais, publicidade televisiva, imprensa, etc.) adequados de acordo com as mensagens que são transmitidas e a população alvo.
  • Configurar um sistema de feedback para avaliar o impacto real da estratégia de comunicação e a realização dos objetivos atribuídos.

Preço

Nesta variável, é estabelecida informação sobre o preço do produto a que a empresa a oferece no mercado. Este elemento é muito competitivo no mercado, dado que tem um poder essencial sobre o consumidor, é também a única variável que gera renda.

Ao ajustar o preço, toda a estratégia de marketing será afetada, assim como a demanda pelo produto. É o que é conhecido como elasticidade de preço da demanda.

Da mesma forma, é importante levar em conta o valor psicológico que o produto oferece ao estabelecer o preço de venda. Outro fator importante é o custo de produção.

Produto

Essa variável engloba tanto o produto (produto principal) em si que satisfaz uma certa necessidade, quanto todos esses elementos ou serviços suplementares ao próprio produto. Esses elementos podem ser: embalagem, atendimento ao cliente, garantia, etc.

A empresa também deve identificar o ciclo de vida do produto para estimular a demanda quando ela diminui. Deve-se notar que quando falamos de produtos, incluímos aqueles que são tangíveis e intangíveis, como serviços.

Distribuição

Essa variável analisa os canais pelos quais um produto passa desde que é criado até chegar às mãos do consumidor. Além disso, também podemos falar sobre o armazenamento, os pontos de venda, a relação com os intermediários, o poder dos mesmos, etc.

O empreendedor terá que realizar uma gestão exaustiva dos estoques para garantir que existam estoques suficientes.

Além disso, o modelo de negócios terá uma influência decisiva na distribuição do produto. Uma loja física não é o mesmo que um comércio eletrônico.

Promoção

A promoção do produto analisa todos os esforços que a empresa faz para divulgar o produto e aumentar suas vendas no público, por exemplo: publicidade, relações públicas, localização do produto, etc.

Uma grande parte da estratégia de promoção inclui a análise do retorno do investimento ou do ROI. Ou seja, se o fato de investir em redes sociais ou em um anúncio na televisão tenha reportado renda.

Marketing mix6. Fatores envolvidos no Marketing Mix

Ao considerar o elemento de preço para sua estratégia de Marketing Mix, você deve levar em conta o preço que seus consumidores já estabeleceram no mercado que você deseja atacar.

Levando em conta este fator, você será capaz de saber qual é o preço ideal de seu produto ou serviço, considerando que é competitivo e que é suficientemente atrativo para “pegar” o consumidor.

Outro fator a considerar é a distribuição do seu produto. Nesse sentido, é importante que você leve em consideração aspectos como o armazenamento, o ponto de venda ou a relação existente com intermediários. A garantia oferecida ou o serviço ao cliente é outra ação de marketing mix que você deve vigiar.

Confira os melhores sites para ganhar seguidores

7. Os novos “4 Ps” do Marketing Mix

Com a revolução digital, não é tolice pensar que os conceitos tradicionais também precisam passar por uma mudança. O modelo 4P do Digital Marketing Mix deixa de lado o protagonismo que sempre foi dado ao produto no marketing tradicional, focando muito mais nas pessoas e nos relacionamentos.

Agora, é possível definir os novos 4Ps desta maneira:

Personalização

Este P refere-se à criação de produtos adaptados e pensados ​​com base nas reais necessidades do consumidor. A segmentação de nossas experiências na rede se torna mais importante, tornando-as tão específicas quanto possível para cada segmento definido em sua estratégia de Marketing Mix.

Uma maneira simples de ver isso seria imaginar que você tem publicidade baseada em recomendações de produtos, assim como a Amazon faz com livros e músicas que podem nos interessar. Outro caso semelhante seria o convite feito pelo Facebook com base em pessoas que possam nos interessar em adicionar como amigos.

Participação

A razão de ser desse P seria criar uma comunidade e cuidar dela. O centro desse elemento é a “criação de valor”. É necessário fornecer conteúdo e experiências que sejam boas, a ponto de o consumidor sentir o desejo de compartilhá-las. Uma maneira de conseguir isso seria perguntar ao seu cliente o que você quer?

Algumas marcas aproveitaram esse elemento, dando ao consumidor a oportunidade de contribuir para a criação de seus produtos. Um exemplo disso é o que a marca Starbucks fez com seus cafés criados pelo consumidor.

Apoiar-se nas redes sociais para criar ou melhorar o envolvimento é uma boa maneira de atingir esse objetivo. Ao considerar o comprometimento, a lealdade e a motivação de seus usuários, você não está apenas trabalhando para torná-los ir de consumidores a fãs, mas aumenta as chances de transformá-los em potenciais evangelizadores de sua marca.

Ponto a ponto

A recomendação de terceiros é a base deste elemento do Digital Marketing Mix. O consumidor deixou para trás a ingenuidade e confia mais em um amigo e sua opinião sobre um produto do que na equipe de marketing de uma marca e na mídia com a tradicional mensagem de “compre minha marca”.

Considerando a presença online que uma marca pode alcançar, é necessário que seu consumidor comece a compartilhar opiniões e experiências de marca com seus amigos, com os quais você estará criando um sistema de recomendação infalível, que gerará uma publicidade melhor que qualquer outra.

Na mídia digital, a recomendação vai se espalhar mais e melhor, no entanto, na maioria dos casos, as experiências que essa recomendação irá provocar estarão off-line, ao testar o produto ou quando ele realmente cumprir a promessa feita em sua promoção.

Quanto à promoção, é essencial ao estabelecer seu plano de marketing mix, pois representa as possibilidades de que o produto seja divulgado, seja identificável no mercado e seja capaz de gerar grande demanda no consumidor final.

Ao criar estratégias de Marketing Mix, é necessário considerar se os objetivos que você definiu são de curto ou longo prazo, uma vez que certas variáveis ​​são difíceis de modificar em um futuro próximo.

Marketing mix8.Previsões modeladas no Marketing Mix

A análise do comportamento de seu consumidor é vital no que diz respeito a este elemento; a predição do dito comportamento será feita com o objetivo de executar ações que atinjam o alvo.

Existem muitas ferramentas de monitoramento que podem nos ajudar a fazer essas previsões e análises de informações; muitos deles são gratuitos, como é o caso do Google Analytics, o mais usado até agora.

A Internet aumenta os canais de comunicação e a promoção de seus produtos e/ou serviços. Os meios com os quais você pode alcançar seu consumidor ou potenciais consumidores são cada vez mais; De redes sociais a programas afiliados, campanhas de marketing por e-mail, ações em dispositivos móveis ou mecanismos de pesquisa. É vital considerar quais usarão e como está o comportamento do consumidor nelas.

Veja: 13 tipos de comunicação não verbal

9. Custo

O preço de um produto ou serviço é o valor que você definiu para o item que os clientes receberão da sua empresa. Isso é do ponto de vista comercial.

Mudando para a perspectiva de seus clientes, o preço se torna o custo. Representa o valor que seus clientes ou consumidores pagarão por seus produtos ou serviços.

O custo é um fator importante que determina se os clientes ou consumidores comprarão. Ou tirarão vantagem de produtos ou serviços. Não existe uma fórmula padrão para calcular custos, mas depende muito dos clientes.

O custo significa que você deve considerar quanto seus clientes estão dispostos a pagar pelo valor da sua oferta. (produto ou serviço). Também depende do tipo de mercado que você pretende capturar.

Por exemplo, se o seu alvo é o público A-B, o seu produto ou serviço deve suportar os custos do prêmio. Se o mercado é C-D, os custos devem ser menores. Portanto, você precisa saber que tipo de clientes deseja segmentar.

10. Conveniência

Hoje em dia, as pessoas decidem em favor de comprar com base na conveniência. Portanto, você perceberá que praticamente todas as empresas começaram a criar sua presença on-line. Dessa forma, tudo que foi dito antes é, de certa forma, dependente desse último tópico.

 

 

 

 

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart