}catch (ex){}

Marketing boca a boca: 15 exemplos para fazer funcionar no seu negócio

Marketing boca a boca: 15 exemplos para fazer funcionar no seu negócio

marketing boca a boca
CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

Em média, 60% das pessoas recorrem a seus familiares antes de tomar uma decisão de compra. No decorrer de um ano, uma empresa de pesquisa americana estabeleceu que o marketing boca a boca tem ainda mais impacto do que as redes sociais, nas decisões de compra do consumidor.

E de acordo com a revista especializada Strategies, o marketing boca a boca está mesmo no topo da lista, quando o assunto é a tomada de decisão pelos consumidores para realizar uma decisão de compra!

As revisões do cliente são a base para o marketing, baseado em recomendação. Em suma, seus clientes satisfeitos são sua primeira escolha, sendo esta, a definição de boca a boca. Concentre-se no termo: marketing “boca a boca”, também conhecido como marketing de “cliente para cliente”. Pois neste artigo, vamos falar sobre está estratégia de marketing. Confira!

marketing boca a boca

1- Marketing boca a boca: os seus clientes são seu melhor comercial

Isso parece óbvio, mas merece ser lembrado. Se seus vendedores precisarem convencer seus clientes potenciais sobre os méritos de suas tarifas. Ou ainda, sobre a superioridade de sua oferta em comparação à de seus concorrentes, então quer dizer que para estes clientes ainda não houve uma boa recomendação de seu serviço.

Por quê? Porque se os familiares do cliente houvessem recomendado o seu serviço, então ele estaria mais favorável para fechar uma proposta. Como vimos na introdução, as opiniões dos clientes sobre uma empresa, são os critérios mais importantes para os novos consumidores em sua tomada de decisão de compra!

Assim, a primeira coisa a fazer para implementar uma estratégia de marketing boca a boca é satisfazer os seus clientes da melhor forma possível. Só então eles se tornarão seus instrumestos de marketing boca a boca.

Assim, num mercado tenso, é essencial fortalecer todos os esforços para oferecer um serviço de qualidade, seja qual for o seu setor de atividade.

Saiba mais sobre marketing holístico

2- Explore a internet em sua estratégia de marketing boca a boca

Naturalmente, o novo canal de comunicação, que é a web, deve estar no centro de uma estratégia de marketing boca a boca. Assim, temos a união do método mais antigo de comunicação empreendedora, com o novo canal de comunicação. E para fazer isso, várias ferramentas estão disponíveis para as empresas:

  • Redes sociais
  • E-mails
  • Comentários do cliente

Como exemplo, podemos citar as redes sociais, que permitem, agora, ser bem controlada pelas empresas.

Com elas, é possível criar uma comunidade em torno de sua marca, seu produto ou serviço. Além disso, são fundamentais para se comunicar com essa comunidade, bem como para trocar e criar eventos. Sejam eles físicos ou digitais.

A viralidade pode funcionar, e desta forma, as redes sociais podem ser usadas para lançar o marketing boca a boca digital, compartilhando notícias em grande escala.

3- E-mails

E-mail é certamente mais recente do que o boca a boca, mas mais antigo do que as redes sociais como o Facebook, por exemplo. E e-mail também pode gerar marketing boca a boca ou melhor, o marketing “e-mail para e-mail”.

De fato, uma correspondência elegante (geralmente criada em HTML, usando modelos disponíveis na internet, por exemplo), contendo vídeos e ou imagens e carregando uma mensagem unificadora e atraente, pode ser enormemente compartilhada.

Se os seus alvos gostarem, eles irão enviá-lo para os contatos que considerarem interessados. Desta forma, a viralidade (de boca em boca), será certa no e-mail!

4- Comentários do cliente

Finalmente, é claro, são as avaliações de clientes as principais ferramentas digitais para simular o marketing boca a boca na Internet.

Um usuário se pergunta sobre sua empresa, seus serviços e seus compromissos de qualidade. Se existirem opiniões de clientes sobre sua empresa, ele as lerá antes de tomar sua decisão.

E não devemos acreditar que opiniões negativas ou mistas o impeçam de apelar para você. Todavia, enquanto estes não são muitos, claro!

O único problema com as avaliações de clientes na internet é que, nos últimos anos, opiniões falsas se desenvolveram, sendo que, algumas empresas chegaram a fazer disso um negócios. Isso ocorre, pois agora é bem fácil ter recursos para isso.

Todavia, é evidentemente totalmente ilegal por um lado, sendo que, se alguém for pego, sofrerá definitivamente a perde de crédito com os consumidores. Além disso, uma mancha como essa em uma reputação eletrônica, não desaparece rapidamente.

5- Comentários dos clientes x falsas opiniões – como lidar?

É precisamente para contrariar essas falsas opiniões e oferecer ferramentas confiáveis, tanto para os consumidores, quanto para as marcas, que as ofertas de opiniões verificadas se desenvolveram.

Se os dispositivos para sites de comércio eletrônico forem bem conhecidos, há outros menos conhecidos, como o More Than Pro, por exemplo.

O serviço visa fornecer às pequenas empresas um sistema de opiniões verificadas dos clientes, para assim, melhorar seus compromissos de qualidade; Ele também permite que você use a internet para expandir sua estratégia de marketing boca a boca!

Segredo para uma boa estratégia de marketing nas suas redes sociais

6- Anúncios Publicitários X marketing boca a boca

As estatísticas mostram que os indivíduos confiam mais no marketing boca a boca do que em anúncios publicitários.

Isso se deve principalmente ao fato de que a abordagem de um parente, que compartilha sua opinião e informação positiva sobre um produto ou serviço de marketing não é motivada por um pagamento. Desta forma, é intuitivo haver uma credibilidade maior no marketing boca a boca.

7- Tenha cautela – o público anda cada vez mais informado!

Consciente ou inconscientemente, o público muitas vezes percebe, qual o tipo de padrão de venda que está sendo utilizado, e tende a desconfiar dos anúncios, sejam eles por TV, rádio, ou Internet.

De acordo com estes clientes, algumas empresas estão prontas para dizer-lhes tudo e qualquer coisa, para assim, conseguir vender seus serviços e produtos e, em seguida, obter bônus, sem necessariamente ter o real interesse do cliente em mente.

Desta forma, tenha sempre em mente que os clientes serão cautelosos, e terão tempo para avaliar a oferta. E assim, estão prontos e dispostos a rejeitar a sua oferta de imediato, de acordo com seu julgamento crítico.

8- Faça do marketing boca a boca um “marketing sociável”

O marketing boca a boca está, portanto, se desenvolvendo quando uma empresa decide apostar nas palavras das mães na saída da escola, nos comentários dos colegas no local de trabalho, ou ainda, nas conversas entre amigos.

Esse tipo de marketing é ainda mais viável com o advento da internet, mas também, e principalmente, através das redes sociais.

As conversas continuam além das escolas e locais de trabalho, se não mais, e a influência da empresa cresce pelo número de pessoas que podem propagar a sua campanha publicitária.

9- Por que adicionar uma campanha de marketing boca a boca à sua empresa?

  • Custa muito pouco dinheiro
  • As pessoas que estão realmente interessadas, no tipo de produtos e serviços que você oferece, serão diretamente direcionadas por seus relacionamentos, que sabem com antecedência que irão apreciar as informações.
  • Uma reputação positiva, natural e, portanto, forte pode ser construída com seus clientes e clientes em potencial.

No entanto, é necessário ter tempo para avaliar alguns aspectos, a serem considerados antes de começar:

  • É difícil medir o sucesso de tal campanha
  • Se um cliente tiver uma experiência ruim e compartilhar com parentes ou em redes sociais, a informação pode se espalhar rapidamente e prejudicar a campanha.

marketing boca a boca

10- Pense genericamente!

No marketing boca a boca, é importante pensar genericamente e ficar próximo do comportamento natural dos membros do público.

As pessoas não compartilharão algo que não achem interessante ou não conversem com elas. Segmentar seus clientes em potencial é, portanto, essencial.

Pense no tipo de redes sociais que funcionariam melhor para sua empresa. Facebook e Twitter são as plataformas dominantes, mas você pode achar que o LinkedIn é mais apropriado se você administrar um negócio face a face.

Então, verifique se você sabe:

  • Quem compartilha seu conteúdo?
  • Para onde essas pessoas vão quando estão on-line?
  • Qual seria a maneira mais eficaz de transmitir sua mensagem (vídeo, computação gráfica, artigo, etc.)
  • Por que as pessoas compartilham seu conteúdo?
  • Quando seu conteúdo seria compartilhado?

Você sabe o que é marketing político? Saiba mais aqui!

11- O exemplo da Superdry

A marca Superdry foi lançada em 2004 com sinais distintivos, como caracteres japoneses, o nome Superdry para logotipo ou blusões com nada menos que 3 zíperes na frente.

Suas táticas de marketing e publicidade são tão distintas quanto. Desde o início, seus fundadores se recusaram a seguir o caminho tradicional e decidiram descansar largamente de boca em boca.

Graças a este estilo único, a marca rapidamente se tornou conhecida. Em menos de 10 anos, eles deixaram de ser microempresa para multinacionais com presença em 46 países.

Tudo isto se deu a divulgação de sucesso que a marca fez não apenas digitalmente ou apenas no marketing boca a boca, mas, uma junção das duas técnicas que fizeram com que a marca alcançasse esse sucesso em tão pouco tempo.

12- Marketing de conteúdo no coração da propaganda do marketing boca a boca

Para se tornar conhecido e criar interação, é fácil acreditar que basta criar uma página no Facebook para construir uma comunidade.

No entanto, “nós não criamos, nós expomos”. Adverte o fundador da agência de marketing digital Visionary Marketing, uma das mais conceituadas no mundo inteiro.

Segundo o especialista em mídia social, uma comunidade é um grupo de pessoas que se reúnem em torno de uma paixão, um foco. Além disso, duas outras noções devem ser levadas em conta para que uma comunidade seja sustentável. Ajuda mútua e benefício mútuo.

Tomemos o exemplo da Wikipedia. A enciclopédia colaborativa é o ancestral da Nupedia, uma enciclopédia alimentada apenas por especialistas, mas cuja frequência de publicação não era forte o suficiente.

Os fundadores tiveram a ideia de usar um wiki, um aplicativo que permite a criação colaborativa de páginas dentro de um site, para permitir que todos os usuários participem.

Os artigos já criados serviram de base para a nova enciclopédia digital que viu seu conteúdo aumentar exponencialmente. Em 12 de fevereiro de 2001, o site ultrapassou 1.000 artigos, bem como, a quantidade de 10.000 páginas seis meses depois.

Assim, o marketing de conteúdo junto com o boca a boca fizeram da Wikipedia o site tão famoso e acessado que ele é hoje.

13- Mídia social: nem todas as empresas são iguais

A estratégia de marketing digital pode ser comparada ao trabalho do jardineiro de plantar e regar. Não é suficiente para produzir conteúdo (plantar), também deve ser conhecido (regar), uma vez que os usuários da Internet não virão sozinhos.

Assim, o trabalho real começa com a alimentação. Você tem que trazer as pessoas de volta para fazer a comunidade crescer de novo e de novo, dizem os especialistas em marketing digital.

Clientes, prospects, fornecedores, provedores de serviços são todos alvos a serem tocados. Os funcionários devem ser sempre os primeiros a estarem preocupados com o marketing boca a boca.

Na comunicação digital, as “ferramentas são apenas ferramentas” e não são uma solução milagrosa para atrair os clientes como um ímã.

É importante que as mídias sociais, junto com o marketing digital, crie pessoas interessadas em também, compartilharem o conteúdo fora das mídias sociais, no boca a boca.

marketing boca a boca

14- As 5 regras de ouro do marketing boca a boca

Para que sua estratégia boca a boca dê certo é importante que você siga esses 5 passos. Para assim, ter uma estratégia de marketing boca a boca bem-sucedida:

  • Crie um conteúdo interessante
  • Facilite o compartilhamento (compartilhando botões nas páginas de seus artigos, usando mídias sociais) e encontre a população que está interessada em seu produto;
  • Faça as pessoas felizes
  • Participe de discussões e saiba como agradecer;
  • Acompanhe e avalie as conversas

Todavia, o marketing da BaB (Boca a Boca) também tem seus limites, pois as empresas não têm controle sobre as palavras trocadas sobre elas.

Opiniões compartilhadas podem ser negativas e ter um impacto negativo na reputação da marca. Um exemplo disso é o escândalo da carne de cavalo. Do qual, enfraqueceu muito o gigante sueco Findus, no ano de 2013.

Descubra o que é Marketing direto 

15- Os cafés (ou bares) um bom exemplo de sucesso viral!

Um balcão escondido atrás de um lavatório, ou ainda, um bar acessível apenas por uma porta nos fundos de um restaurante. Nós não podemos achar estes lugares facilmente, mas ainda assim, pode apostas que eles faram sucesso se houver boas recomendações.

Assim, a única maneira de obter o endereço é conhecer um amigo que já esteve lá. Ou ainda, um amigo que tem um amigo que conhece o local. Estes cafés e bares construíram toda a sua estratégia de comunicação através do marketing boca a boca.

E o mínimo que podemos dizer, é que funciona muito bem! Sem sites, sem assessoria de imprensa ou publicidade, esses lugares criaram sua marca graças à voz de seus clientes.

Divirta-se procurando por cafés na cidade em que você vive, ou em que você está. Você ficará surpreso com o número de lugares secretos no Brasil e no exterior! E após isso, apenas procure de maneira online, para ver a diferença!

CONSULTORIA EFICIENTE!

CONSULTORIA EFICIENTE!

TREINE SUA EQUIPE!

TREINE SUA EQUIPE!

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart